Whatsapp

A Mamoplastia é a cirurgia que visa alterar a forma ou tamanho das mamas. Podendo ser de aumento ou redutora, recupera a autoestima da mulher e em alguns casos, pode até mesmo proporcionar melhoria funcional.

Mamoplastia de Aumento: o que é?

A mamoplastia de aumento é caracterizada pela inserção de implantes de silicone que dão volume ou restauram o volume que foi perdido em casos de perda de peso ou gravidez.

Como funciona a Mamoplastia de Aumento

Sob anestesia geral, é realizada uma incisão inframamária, transaxilar ou periareolar, onde o Implante será inserido.
As incisões dependerão do tipo de implante, volume desejado e da escolha do cirurgião. Cada uma dessas opções são localizadas em regiões estratégicas, onde as cicatrizes ficarão escondidas.

Tipos de Implantes e Formas

Os mais conhecidos são os Implantes de Soro Fisiológico e o Implante de Silicone.

  • Implante de Solução Salina (Soro Fisiológico): Possibilitam um resultado simétrico e mais próximos do objetivo da paciente e podem ser utilizados na Mamoplastia de Aumento e em cirurgias reconstrutivas.
  • Implante de Silicone: Os mais utilizados no procedimento, possuem aspecto e textura próximos ao tecido natural da mama.

Podemos dividi-los em 2 formatos: Redondo e Anatômico.

  • Redondo: Gera mais volume na região do colo da mama, elevando os seios e deixando-os mais marcados.
  • Anatômico: Tem o resultado mais próximo do natural, sendo muito utilizado em cirurgia reconstrutivas após Mastectomia.

Mamoplastia Redutora: O que preciso saber?

A Mamoplastia Redutora é caracterizada pela redução do excesso de gordura, tecido glandular e pele. O procedimento faz com que as mamas fiquem proporcionais ao corpo, aliviando assim o desconforto dos seios muito grandes e prevenindo futuras complicações na coluna.

Como a cirurgia é realizada

Sob anestesia geral, são realizadas incisões no seios para a remoção do excesso de gordura, tecido glandular e de pele. Dependendo do caso, podem ser removidos através de uma Lipoaspiração.

A técnica utilizada dependerá da anatomia e composição das mamas, quanto a paciente deseja reduzir e objetivos.

Pós-operatório da Mamoplastia

Após o procedimento é comum ficar com drenos para que o excesso de sangue acumulado no peito possa sair. Para alívio das dores, são administrados remédios.
É indicado dormir de barriga para cima durante o primeiro mês e evitar fazer movimentos com os braços durante 20 dias.
A Mamoplastia demanda afastamento das atividades por 2 ou 3 semanas, após esse tempo já é permitido voltar à rotina de exercícios físicos e atividades mais pesadas. A recuperação total leva 1 mês.

Recuperando a autoestima com a Mamoplastia

Os procedimentos de Mamoplastia possibilitam que a paciente se sinta bem consigo mesma, conciliando as questões estéticas e funcionais.

Ao decidir passar por esse procedimento, procure um especialista registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e tire todas as suas dúvidas.